Estrategia De Marketing: É Um Serviço Ou Produto Que Eu Vendo?

Pode parecer uma questão simples e sem importância, mas é a base da estratégia de marketing do negócio, seja ele pequeno, médio ou grande.

A diferença entre produto, que é tangível, palpável e serviço, que é Intangível, não é possível de ser pego com as mãos é primordial.

Saber a diferença é que dá direcionamento em todo o esforço da empresa na hora da venda!

Desde o atendimento até as formas de divulgação!

Seja para os clientes atuais ou os novos!

E muito mais…

O que torna essa questão tão importante?

Continuar lendo

Minha Fase Empreendedora!

Resolvi juntar neste post as minhas experiências como Empreendedor, independente de quando aconteceram ao longo da minha vida… 

…precisava escrever todas elas num lugar só, para que os próximos posts sobre o que aprendi com isso tudo, fizessem sentido!

Não vou ficar aqui detalhando cada uma das tentativas de negócio, mas tive vários deles, desde Estúdio de Arte Final a Fábrica de Pizzas Congeladas, passando por  Agencia de Publicidade e Consultoria.

Se tive sucesso em algum desses Empreendimentos?

Continuar lendo

De Assistente De Marketing A Gerente De Produto!

Destaco nessa história a Klabin Fabricadora de Papel e Celulose, não porque foi meu primeiro emprego ou estágio, mas sem dúvida foi a minha experiência profissional em Marketing, mais completa.

Não que Bradesco, Unibanco, DCI, Paginas Amarelas e outras empresas onde passei, tenham sido em vão para minha carreira profissional, longe disso!

Todas tiveram sua parcela de contribuição para formar o profissional de Marketing que sou hoje, mas de fato, foi no período que fiquei na Klabin que pude aplicar mais daquilo que havia aprendido na faculdade (ESPM) e ver o resultado na prática.

Continuar lendo

Minha Volta Para A ESPM!

Com a volta para a faculdade no segundo semestre de 1982…

…senti que podia finalmente me dedicar a Publicidade e ao que eu queria ser profissionalmente falando, sem mais aquele dilema de servir ou não o exército.

Fato que já estava superado com a minha reservista de 1ª categoria na mão.

Confesso que aí senti um frio na barriga e um certo medo pois estava adaptado a vida militar e tive de me readaptar a vida civil, com um universo de possibilidades em aberto, bem ali a minha frente.

Continuar lendo